28 dezembro, 2009

REFLEXÃO BÍBLICA


POR NELSON JR.

Lucas 9:10-12 - "E sucedeu que, Ele estando em casa, à mesa, muitos publicanos e pecadores vieram e tomaram lugares com Jesus e seus discípulos. Ora, vendo isto, os fariseus perguntavam aos discípulos: Por que come o vosso Mestre com os publicanos e pecadores? Mas Jesus, ouvindo, disse: Os sãos não precisam de médicos, e sim os doentes."




Fui questionado esta semana por alguns conhecidos meus do porque não passei a noite de Natal com meus parentes (mãe, irmãos, cunhados etc). Bom, nossa vida é feita de escolhas e essa decisão não poderia deixar de estar entre essas escolhas. Tive de levar em conta muitas variáveis para tomar uma decisão como minhas vontades, as vontades da minha esposa, uma imposição da sociedade, enfim, muitas variáveis, mas depois de muito negociar, ficou decidido que passaríamos a meia-noite do dia 24 para 25 de dezembro junto com o pessoal da Missão SAL. Foi muito divertido poder conversar e passar um tempo especial com o pessoal da Missão. Com direito a uma mensagem de Natal, uma mesa farta de alimentos e doces como sobremesas e com bastante alegria e risadas, piadas e lembranças de dias com trabalhos pesados, mas que tudo valeu a pena.
Os dias que antecederam a noite de Natal foram muito corridos para a Missão, pois foi feito um almoço para os moradores de rua na praça do Carmo, no centro de Santo André, um acampamento com os travestis de 2 dias, um almoço com as prostitutas e um dia todo dedicado as crianças da favela do Cigano, em Santo André, sem contar a distribuição das cestas básicas para as famílias da mesma favela. Tudo feito como estratégia de evangelismo a fim de se aproximar e poder falar do amor de Deus por todos. Antes que perguntem, essa aproximação surte muito efeito e dá gosto de ver os rostinhos de todos quando passamos alguma mensagem bíblica, seja no contexto que for. Vemos lágrimas nos olhos das pessoas que denotam um sentimento de "quero mais" dessas mesmas pessoas que a sociedade antiga chamaria de publicanos e pecadores e que a sociedade atual chama de "marginais". Literalmente sentamos a mesa com eles e comemos do mesmo prato, um do lado do outro, conversando, rindo, comendo, orando, chorando etc...
Mas vamos falar dos parentes. Eu os vejo semana sim, semana não. Quando bate a saudade, posso pegar o telefone quando quiser e ligar para eles e dizer "eu te amo" (o que acontece bastante). Eles têm uma vida digna como Deus deseja para eles, bem como eu, temos uma mesa farta e uma vida cheia de afeto o ano todo. Está ao meu alcance e ao alcance deles o nosso contato contínuo. Mas isso não acontece com os "publicanos e pecadores marginais" que vivem nas ruas ou mesmo aqueles que temporariamente escolhem tentar uma vida diferente na Missão SAL. Por menor que seja o afeto desenvolvido durante o pouco contato com eles, de um jeito ou de outro, seja pelas atitudes, seja pelos momentos de oração e devocional ou, por simplesmente, ouvir suas histórias bíblicas que contamos, com toda a certeza é passado para eles uma parte do amor de Cristo. E isso já ficou comprovado pelo que ouvimos deles mesmos, dos mesmos que passaram pela nossa casa. Não são e não estão do mesmo jeito que entraram. Alguma coisa levam consigo. Alguma coisa mudou. Eles bebram da água do Espírito e uma uma semente foi plantada.
Não será um Natal (ou dois), ou um dia não jantando com meus parentes que medirá meu amor por eles e sim o decorrer de um ano todo, mas para aqueles que não tem parente para poder patilhar um amor contínuo durante o ano, um jantar em um dia especial como o Natal, que lembra do nascimento de Cristo, pura demonstração do amor de Deus pelo mundo, pode fazer uma enorme diferença. Saber que é amado por alguém e que esse alguém não quer nada em troca e ainda diz que faz porque alguém fez por eles é algo que tira o chão. Eu sei do que estou falando. Amém.





Nelson Jr.

13 dezembro, 2009

A QUESTÃO DE SER DISCÍPULO


Quando nos convertemos sempre tem aquele irmão que você conheceu que quer te apresentar melhor o Cristo ao qual você se entregou fazendo assim um discipulado. Ou seja, já que você é novo convertido e desfruta de uma novidade de vida, precisa conhecer melhor a esse Cristo que agora está no comando de tudo em sua vida…
Mas na verdade ser discípulo vai muito além do que apenas entregar a vida a Cristo. É preciso conhecer sua palavra, o Jesus homem, sua autoridade, mandamentos e ensinamentos, ou seja, Antigo e Novo Testamento, onde desde o Éden Jesus foi profetizado pelo Pai.
Qual a diferença entre os discípulos da Igreja Primitiva e nós, “discípulos de hoje?”. A simplicidade é uma delas. Os discípulos largavam, literalmente, suas famílias, trabalhos, vida social, sonhos etc. para seguir o Mestre. Infelizmente isso está bem distante de nós.
Até para ser feito missões em qualquer lugar do mundo lutamos para que o chamado se estenda a nossa família, porque acreditamos que sem ela não vamos conseguir existir ou realizar aquilo que nos foi proposto.
Na verdade apenas o que precisamos é seguir o Mestre!
No Novo Testamento a palavra discípulo ocorre 269 vezes e cristão apenas 3 vezes, sendo que cristão  foi citada a primeira vez referindo-se aos discípulos. Eram pessoas mais que especiais. Pessoas que mesmo entendendo suas fraquezas, necessidades e tendo seus próprios objetivos largaram tudo para ser o que lhes estava sendo proposto. Eles seguiam Jesus em atitude de estudo, obediência e imitação.
Como podemos agir como os discípulos da Igreja Primitiva nos dias de hoje? Difícil não é?
Abandonamo todos, somos obedientes, estudiosos da palavra e acima de tudo imitadores de Jesus? Nossas rotinas, famílias, empregos nos permitem isso? E por não permitirem deixaremos esse modelo de discípulado ser tão distante de nós? Podemos ser cristão sem ser um discípulo? Isso nas igrejas hoje em dia é claramente algo opcional.
A questão de ser discípulo não é fácil!                                                                 
É matar o velho homem a todo o momento e dizer não a carnalidade. A nossa tarefa é saber frear quando é preciso. Descansar acima de tudo em Deus e dividir o julgo pesado que carregamos com Ele.
Cristo é simples, coração e atitudes puras, santo, obediente, leal, amável, justo, comprometido com o reino e fiel a Deus.
Com o que foi acima citado podemos perceber que precisamos buscar ser mais parecidos com Cristo!
A quem estamos dando ouvidos?  Quem está no controle?
Precisamos estar com Jesus, sempre para poder aprender dele assim como aconteceu com os discípulos. Para não perdermos o foco, precisamos buscá-lo de todo o coração, focar nossas atitudes e pensamentos nele, para que a sua vontade possa ser cumprida em nós.
Minha oração é para que cresçamos na fé e possamos andar, sem deslizar, junto com Cristo, que o mundo possa nos reconhecer como discípulos de Jesus assim como aconteceu na Igreja Primitiva.
O custo é bem alto, mas a recompensa é grandiosa!!!


Fabiana Farias
Fonte: BLOG DA EQUIPE

12 dezembro, 2009

BENTO 16 SE DIZ ENVERGONHADO POR ESCÂNDALOS DE PEDOFILIA


O papa Bento 16 expressou "indignação e vergonha" nesta sexta-feira por um escândalo de abusos sexuais de crianças cometidos por padres na Irlanda, que levou os líderes da Igreja Católica no país a prometerem uma reformulação.

Fontes da igreja disseram que alguns bispos devem renunciar após a divulgação de um relatório do governo que acusou líderes da Igreja de acobertarem o abuso difundido de crianças por padres durante 30 anos no país de maioria católica.

Em declaração emitida após uma reunião do papa com líderes da igreja irlandesa, o Vaticano disse que iria redigir uma carta ao povo irlandês sobre o abuso sexual na Irlanda e sobre os planos de ação do Vaticano. Essa será a primeira vez que o papa escreve um documento exclusivamente dedicado ao abuso sexual de crianças pelo clero.

O relatório do dia 26 de novembro disse que a Igreja havia ocultado "obsessivamente" o abuso infantil na arquidiocese de Dublin entre 1975 e 2004, e cumpria uma política de "não pergunte, não conte."

Na declaração de sexta-feira, o papa pediu orações pelas vítimas que sofreram os "crimes hediondos" e prometeu que o Vaticano iria "criar medidas efetivas e estratégias seguras para impedir reincidências".

O papel proeminente da Igreja na vida irlandesa foi um dos motivos pelo qual os abusos por parte de uma minoria dos padres passaram sem denúncia, segundo o relatório do governo. Um padre confessou ter abusado mais de 100 crianças. Outro disse que ele teria abusado de crianças a cada duas semanas por mais de 25 anos.

O relatório foi divulgado seis meses após a publicação de um outro documento igualmente incriminador e mais detalhado sobre açoitamentos, trabalho escravo e estupro coletivo na maioria das escolas de reformatório regidas pela Igreja no século 20 na Irlanda.

Fonte: Reuters

02 dezembro, 2009

TENTAÇÃO DE CRISTO E SUA VITÓRIA SOBRE SATANÁS


Por Nelson Jr.

Lucas 4:1-2 - "Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi guiado pelo mesmo Espírito, no deserto, durante quarenta dias, sendo tentado pelo diabo."
Vale a pena, antes de ler todo o trecho da tentação de Cristo (Lucas 4:1-13), se ler o trecho que vem antes (Lucas 3:21-22), pois mostra a "identidade" que Jesus tinha e que parece ter entendido quem Ele realmente era, o Filho de Deus a quem Ele tem muito prazer. O contexto do trecho da tentação de Jesus no deserto, mostra satanás propondo formas de Jesus pegar atalhos para conseguir saciar suas necessidades da carne, os prazeres que o mundo disponibiliza e a de poder ilusório oferecido por satanás. Nunca tinha me atentado a isso, mas olha a semelhança com alguém que decide caminhar com Cristo, seja um novo convertido, seja alguém querendo deixar um vício de drogas, ou de fazer um tratamento para cuidar de uma compulsividade. Lembrando que isso não é teologia e sim uma forma de enxergar a palavra viva de Deus nos dias de hoje.
A primeira tentação de Cristo vem depois de quarenta dias. Em qualquer tratamento de compulsão, de forma geral, esse é o período que o corpo passa por uma desintoxicação, passa-se a ter o que se chama de "síndrome de abstinência", e podendo ocorrer algumas alucinações (como por exemplo ver o objeto do seu desejo fome-pão; droga, jogo, bebida, sexo, compras etc). Pelo fato de que, as pessoas que passam por esse processo, normalmente não terem nada em que ou em quem se agarrar, começam a ter dúvidas em o que (ou quem) seguir, bate a insegurança de se continuam ou voltar para o caminho por onde andava. Esse momento é muito particular para cada um, pois nem todos tiveram os mesmos históricos de vida para nivelar uma resposta única, logo, vejo uma necessidade muito grande de se ter sempre alguém mais forte (com mais tempo fora da adicção) ou com mais tempo de vida com Deus (pode ser um grupo de pessoas, uma pessoa, uma igreja, mas sem legalismo por favor), acompanhando o processo, para poder ajudar a alinhar a decisão (que é da pessoa que está tentando mudar de vida que precisa tomar e não de quem acompanha), apontando-se sempre para na palavra de Deus, a Bíblia, e não nas palavras dos homens, porque para quem é compulsivo ativo (ou recém iniciado num tratamento), a vida está cheia de promessas não cumpridas e/ou inacabadas e ficaria difícil acreditar em alguém. "Sou impotente diante dessa situação e perdi o controle da minha vida por causa disso. Não consigo sozinho, mas com alguém comigo eu posso conseguir."
A segunda tentação é: uma vez passada a tentação do corpo, como progressão do artifício de tentação, satanás passa a usar os prazeres do mundo para encher nossas mentes. Traz para nossa mente todos os momentos bons quando se estava praticando tudo o que ele sussurrava nos ouvidos. Ele não traz os momentos de sofrimento, angústia, de solidão e desespero por uma mão que ampara. Apenas alimenta a lembrança da sensação boa de se ter algo importante mesmo que por pouco tempo. Esse sussurro faz com que a pessoa ignore todas as sugestões dadas pela Bíblia e corra no sentido de querer ganhar o tempo perdido e fazer tudo que até então não conseguiu fazer (estudar, trabalhar, namorar etc) sem estar preparado para isso. Creio eu que foi por esta razão que Cristo apontou para a adoração a Deus e não as coisas do mundo, pois tendo o Pai como referência, todas as outras nossas escolhas teriam o mesmo norte. "Entrego minhas vontades a Deus".
Por fim, a terceira tentação é o desejo de ser igual a Deus e adorado como tal, trazendo o orgulho, mesmo pecado de satanás, o pecado do estrelismo (todo compulsivo tem esse desejo de aparecer). É onde começa a surgir a auto-comiseração ("coitadinho de mim, ninguém gosta de mim") e a vontade de largar as pessoas que até então o ajudaram para passar a caminhar sozinho, "pois se sou o próprio 'deus', eu não preciso de mais ninguém para continuar nessa caminhada de libertação".
Ledo engano meu querido. Se nem Cristo andou sozinho, se nem Deus criou o mundo sozinho (o Espírito já estava com Ele na criação do mundo), quem somos nós para acharmos que não precisamos de ninguém. Lembrando que até então, antes do início de qualquer recuperação, foi feito tudo como sempre se queria e você acabou parando em um grupo de ajuda e agora quer largar tudo e correr sozinho? Bom, mas não sou ninguém para falar alguma coisa. Cristo disse que não devemos tentar nosso próprio Deus (como fez satanás). Cada um faz sua própria escolha. Eu escolhi caminhar debaixo do guarda-chuva de Deus, "revendo todos os dias as burradas que faço quando destrato alguém e tentando consertar sempre que possível e quando tenho sucesso nisso compartilho com os amigos para deixar os exemplos bons e maus". Mas cada um, cada um, não é verdade? Amém.
Nelson Jr.

MENSAGEM DA CRUZ



28 novembro, 2009

REFLEXÃO BÍBLICA


Mateus 24:14 - "E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então será o fim".




Este trecho é o fim de uma explicação dada por Jesus no monte das Oliveiras para seus discípulos depois de ser questionado sobre quando ocorrerá a destruição de Jerusalém e que sinal haverá da tua vinda e da consumação dos séculos. Ele disse: "Virão muitos em meu nome, ouvirão falar de guerras e rumores de guerras, se levantará nação contra nação, reino contra reino, e haverá fomes e terremoto em vários lugares, mas isso será somente o princípio das dores. Vocês serão atribulados e vos matarão, serão odiados de todas as nações por causa do meu nome. Muitos se escandalizarão, trairão e odiarão uns aos outros. A iniquidade se multiplicará e o amor se esfriará em quase todos, mas aquele que perseverar até o fim, esse será salvo." (Mt 24:3-14)
Até aonde eu entendo, nos dias de hoje, já tem gente dizendo que é o próprio messias, guerra para todo o lado, terremoto, fome, dores, epidemias, perseguição, ódio, escândalos, traição, maldade, o amor se esfriando ... Nada disso não é novidade, mas se é assim, porque o fim ainda não veio? Provavelmente porque ainda tem alguém no mundo que não ouviu falar do amor de Jesus, porque quando isso ocorrer (todos tiverem ouvido falar de Jesus e ter a oportunidade de fazer parte de Sua caminhada), vamos ter o fim com a volta de Jesus: "Porque, assim como um relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim há de ser a vinda do Filho do Homem, ... Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem (Jesus); todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória." (Mt 24:27-30)
Então aqueles que nada fizeram e ignoraram por completo a mensagem de amor de Cristo, cada um terá que dar conta de si próprio diante do julgamento final (Rm 14:11), porque a oportunidade foi dada a todos, mas nem todos a aproveitaram: Digo-vos ainda: todo aquele que me confessar diante dos homens, também o Filho do Homem o confessará diante dos anjos de Deus, mas o que me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus. Todo aquele que proferir uma palavra contra o Filho do Homem, isso lhe será perdoado; mas, para o que blasfemar contra o Espírito Santo, não haverá perdão." (Lc 12:8-10)", e sabemos para onde vão aqueles que não tem Cristo, certo?
Mas depois de ver toda essa desgraça cavalgando na nossa direção e, estando sem Cristo, sabendo qual será nosso destino, não adianta mais dobrar o joelho e confessar com a própria boca que Cristo é o Senhor (Fp 2:9-11). Veja, não estou querendo pregar o "evangelho do terror" para vocês, também não estou propondo que você diga com sua boca que Cristo é o Senhor, porque tem muita gente que se diz cristão e que já confessou com a boca que Cristo é o Senhor e que não mudou nada na forma de agir, "confessou com a boca só para fugir do inferno" e não para abraçar a causa pelo próximo que é parte do evangelho do Reino. Cristo não quer uma mudança de religião, Ele quer amor ao próximo, compaixão ao que sofre, quer que olhemos os menos favorecidos da sociedade de igual para igual e não de cima para baixo. Quando olhamos as pessoas de cima para baixo esquecemos de olhar nossa referência que é Deus e passamos a achar que somos o próprio "deus" e, lembram-se de qual foi o pecado de Lúcifer para cair do céu? Querer ser igual a Deus, orgulho, arrogância.
Espero que reflita sobre tudo isso que transcrevi da Bíblia. Persevere! Não desanime! Continue a caminhada! Não pegue atalhos! É difícil, a exigência do padrão de Deus é muito grande para nós, está aquém de nós, mas Deus disse "SOU CONTIGO". E mesmo depois de tudo, mesmo depois do vale da sombra da morte (Salmo 23:4), do vale dos ossos secos (Ez 37:1-2), ainda existe a Graça de Deus para nos acolher (Ef 2:8-10), mas não banalize essa oportunidade, ai sim você estará jogando sua vida fora de verdade. VIVA uma VIDA com abundância relacional em Cristo e com Cristo! Amém.




Nelson Jr.

O trabalho de Paulo e dos seus companheiros em Tessalônica


1TESSALONICENSES 2.1-8


Vocês sabem muito bem, irmãos, que a nossa visita não ficou sem proveito. Sabem também como fomos maltratados e insultados na cidade de Filipos, antes de chegarmos aí em Tessalônica. Fomos muito combatidos, mas o nosso Deus nos deu coragem para anunciar a vocês a boa notícia que vem dele. Aquilo que anunciamos a vocês não se baseia em erros ou em má intenção; e também não tentamos enganar ninguém. Pelo contrário, sempre falamos como Deus quer que falemos, porque ele nos aprovou e nos deu a tarefa de anunciar o evangelho. Não queremos agradar as pessoas, mas a Deus, que põe à prova as nossas intenções. Pois vocês sabem muito bem que não usamos palavras bonitas para enganar vocês, nem procuramos tapear vocês para conseguir dinheiro. Deus é testemunha disso. Nunca procuramos elogios de ninguém, nem de vocês nem de outros. No entanto, tínhamos o direito de exigir de vocês alguma coisa, por sermos apóstolos de Cristo. Mas, quando estivemos com vocês, nós fomos como crianças, fomos como uma mãe ao cuidar dos seus filhos. Nós os amávamos tanto, que gostaríamos de ter dado a vocês não somente a boa notícia que vem de Deus, mas até mesmo a nossa própria vida. Como nós os amávamos! 

24 novembro, 2009

Cristãos e muçulmanos são perseguidos, presos e multados



UZBEQUISTÃO (10º) - As autoridades uzbeques continuam sua campanha de repressão. Centenas de muçulmanos e cristãos foram presos, atacados ou multados com um valor de até 50 vezes a média salarial do país, sob as acusações de "perturbar a ordem pública" e incitar o "ódio religioso".
No dia 5 de novembro, 12 oficiais da polícia secreta do Serviço de Segurança Nacional (NSS em inglês) prenderam Mekhrinisso Hamdamova, uma muçulmana da cidade de Karshi, no sudeste do Uzbequistão.
A polícia invadiu sua casa às 6h, revistou os cômodos e confiscou duas fitas e um livro que ela havia recebido como presente de uma organização muçulmana.
Ela foi acusada de crimes graves, puníveis pelos artigos 158 ("tentativa de golpe de estado contra o presidente"), 159 ("tentativa de subverter a ordem constitucional"), 161 ("terrorismo") e 164 ("incitar o ódio religioso") do Código Criminal.
Outras 30 muçulmanas foram presas entre sua família e amigos, e estão detidas em áreas isoladas da prisão na cidade de Karshi.
Um ativista uzbeque disse à agência Forum 18 que as mulheres sofreram "tortura psicológica e intimidação, para que testemunhassem contra Mekhrinisso".
A campanha de repressão contra a liberdade religiosa também afetou os cristãos. A polícia invadiu os cultos, confiscou materiais religiosos (livros e fitas cristãos) e aplicou multas.
No dia 23 de outubro, 11 protestantes foram multados por jantarem juntos na casa de um amigo, e acusados de infringir leis religiosas ao ensinar sem permissão ou preparação. O valor das multas é de 10 a 50 vezes a média de salário mensal no país.
Anteriormente, no dia 5 de outubro, outros 17 protestantes foram multados por "possuírem literatura religiosa sem permissão".




Tradução: Missão Portas Abertas

Fonte: AsiaNews

23 novembro, 2009

O dia inteiro na presença de Deus


O dia inteiro na presença de Deus



SALMOS 5.3; 4.8


De manhã ouves a minha voz; quando o sol nasce, eu faço a minha oração e espero a tua resposta.
Quando me deito, durmo em paz, pois só tu, ó SENHOR, me fazes viver em segurança

28 outubro, 2009

MISERICÓRDIA QUERO......


Oséias 6:6 - "Pois misericórdia quero, e não sacrifícios, e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos."








Você sabia que na sua bíblia tem um livro chamado Oséias? Sim e tem outros com nomes bem estranhos. São os chamados profetas menores (tem os profetas maiores também mas estes são mais conhecidos, não pelo seu tamanho, mas pela quantidade que escreveram). Os maiores profetas surgiram nos períodos em que o povo hebreu ficou em exílio com os Assírios e com os Babilônicos. Surgiram porque o povo escolhido por Deus se afastou tanto da lei do Senhor que Deus teve de falar através deles. E foi assim com Oséias. Sabia que ele foi chamado para casar com uma prostituta? Deus, a fim de mostrar, por associação, que a nação de Israel era semelhante a uma mulher adúltera (que desrespeita o compromisso matrimonial), pois deixa de lado a aliança com Deus à procura de outros salvadores ou de soluções diferentes para os vários problemas que enfrentam. Ainda dentro do contexto, o povo no exílio, acabava por conviver com outras culturas e religiões e conheceram um tal de baal e mesmo tendo Deus como referência, recorriam a esse baal que satisfazia as necessidades primárias como pão, a água, roupa etc. E creio eu que para compensar esse comportamento adúltero, o povo oferecia sacrifícios na tentativa de encontrar a Deus e quem sabe, minimizar Sua ira. Tudo isso simplesmente para enfatizar como é importante o contexto em um estudo. Esse contexto se passa em torno do ano 750 a.C.






E fiz questão de mostrar como existe uma semelhança tamanha entre o que se passou na época de Oséias e o que acontece nos dias de hoje. Com muita frequência as pessoas me perguntam de onde vem o financiamento da Missão, pois algumas pessoas realmente se sentem inclinadas a oferecer ajuda financeira. Mas vejo isso como último recurso, pois não é no dinheiro que Deus está preocupado. Por meio de Oséias e algumas vezes por Cristo, que repete a fala de Oséias no Novo Testamento, ou seja, "que Deus quer MISERICÓRDIA e não sacrifícios" e eu leio essa "misericórdia" como "colocar a mão na massa". Primeiro eu sugiro que a pessoa conheça as pessoas, a casa, que participe das atividades, coma do nosso pão e beba da nossa água e reconheça as necessidades da situação como um todo, e depois, dentro do contexto da sua interação com as pessoas da Missão SAL, utilizando as habilidades que Deus te deu, você possa ajudar muito mais do que com dinheiro. As pessoas precisam de pessoas, de amor, misericórdia, compaixão, de serem reconhecidas como obras de Deus e não como objetos e resto de gente como a população os trata na rua. E... depois de tudo isso, quem sabe Deus ainda toque no seu coração para dividir o dinheiro que Deus te deu para você gerenciar. Mas neste caso, com certeza você vai contribuir com alegria e é isso que Deus espera de você e não que você se esconda atrás da sua oferta financeira sem transformação de vida...


...Pois, se oferecemos apenas dinheiro como sacrifício, a fim de tentar compensar nossa distância de Deus e barganhar um favorzinho do Senhor (se o Senhor me der isso eu contribuo mais naquela ou nessa campanha, estamos apenas atestando que estamos muito longe do verdadeiro Deus da Misericórdia. Esses sacrifícios são vazios e inúteis se praticados no contexto colocado acima. Eles deveriam ser uma consequência do nosso relacionamento íntimo com Deus (num processo de aLto e aUto conhecimento) e com as pessoas, resultando em um comportamento de amor e misericórdia para com aqueles que sofrem, resultando assim como culto de louvor e de adoração legítimos para Deus. Amém.





Nelson Jr.

14 outubro, 2009

O Fariseu e o Cobrador de Impostos




Jesus também contou esta parábola para os que achavam que eram muito bons e desprezavam os outros: - Dois homens foram ao Templo para orar. Um era fariseu, e o outro, cobrador de impostos. O fariseu ficou de pé e orou sozinho, assim: "Ó Deus, eu te agradeço porque não sou avarento, nem desonesto, nem imoral como as outras pessoas. Agradeço-te também porque não sou como este cobrador de impostos. Jejuo duas vezes por semana e te dou a décima parte de tudo o que ganho." - Mas o cobrador de impostos ficou de longe e nem levantava o rosto para o céu. Batia no peito e dizia: "Ó Deus, tem pena de mim, pois sou pecador!" E Jesus terminou, dizendo: - Eu afirmo a vocês que foi este homem, e não o outro, que voltou para casa em paz com Deus. Porque quem se engrandece será humilhado, e quem se humilha será engrandecido.

LUCAS 18.9-14

12 outubro, 2009

EIS-ME AQUI SENHOR!!!!!!!!!!






ESTAS PREPARADO PARA DIZER USA-ME SENHOR???
DEPOIS DISSO, OUVI A VOZ DO SENHOR, QUE DIZIA: A QUEM ENVIAREI, E QUEM HÁ DE IR POR NÓS? ENTÃO EU DISSE EIS-ME AQUI SENHOR ENVIA-ME A MIM. (IS 6.8)




09 outubro, 2009

O PODER DA ORAÇÃO!!!!!!

O PODER DA ORAÇÃO E DO GENUÍNO AVIVAMENTO





Para uma melhor audição desligue o som da rádio.

05 outubro, 2009

30 setembro, 2009

REFLEXÃO BÍBLICA

Por Nelson Jr








Salmo 1:1-2 - "Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite." 





Esses versículos mostram uma progressão de um caminho para a perdição de uma vida. Primeiro, você ouve conselhos, depois você começa a andar junto e em seguida passa a se sentar com eles. Mas se olharmos apenas por este lado, veremos pura e simplesmente comportamento e não creio que Deus está preocupado com apenas seu comportamento e sim com a motivação do seu coração. Quando a Bíblia fala de ímpios, são pessoas que conhecem a palavra de Deus, mas a rejeitam, não vivem como Deus espera, a saber, imitando a Cristo. Crentes que parecem servir a Deus mas Deus não quer uma vida de aparência. O pecador basicamente é aquele que não tem Deus em seu coração e vive em pecado e o escarnecedor é aquele que zomba não só da palavra de Deus, como também de Deus.
Quando evangelizamos um gueto na cidade, é apropriado que conheçamos a cultura e até a linguagem desse gueto para conseguir transmitir nossas ideias e até ter assunto para conversar. Caso contrário, é melhor nem ir. Mas quando vamos, precisamos andar, sentar, conversar, mas não necessariamente seguir o que eles dizem ser a verdade. Precisamos sim sentar e conversar. A motivação em nosso coração é pura e para isso sempre estamos com o coração em oração. Por isso Cristo não dava a mínima para aqueles que diziam que Ele se sentava na mesa com pecadores e publicanos. A motivação dEle era (e ainda é) o amor. Mas... vivemos no limite, não somos o próprio Cristo.
Costumo ir sempre a uma celebração por semana, escuto outras (pelo menos 2) celebrações pela internet na semana, ainda leio algumas coisas para escrever a reflexão, e vou ao evangelismo pelo menos 2 vezes por semana (exceto quando viajo a trabalho). Tenho também um livro a tira colo (hoje estou começando a Cruz de Cristo de John Stot). Eu me conheço e sei que preciso de alimento constante (se não eu me perco) e, se deixo de fazer algumas dessas coisas por um período, começo a falar muito palavrão, começo a encontrar defeito nos outros e me autojustificando para não ir, sem contar a preguiça que começa a gritar sempre mais alto. Quando olho, estou me distanciando do alimento do meu espírito e vivendo como ímpio. Se não me cuido passo para o lado dos pecadores (para aqueles que não tem certeza de sua salvação) e na sequencia, para o lado dos escarnecedores.
Percebe que o fazer mantém a mente viva em Cristo. Particularmente falando, preciso fazer sempre para manter em minha mente e coração qual é a razão da minha vida. Minhas tendências são preguiçosas, maledicentes, orgulhosas e arrogantes, sempre buscando a minha satisfação. Preciso ter sempre Cristo como referência. É importante lembrar que não é o fazer que vai nos deixar mais perto de Cristo, é nossa motivação e a consequencia disso é o fazer. O "fazer por fazer" é aparência. Para mim, o fazer as coisas relacionadas com Cristo, me deixa vivo e sempre alerta. É como um Alcoólico para o Álcool; precisa sempre declarar que é impotente diante de seu vício e precisa sempre ir as reuniões do AA para se lembrar disso. Senão esquece que é fraco e começa achar que pode fazer isso e aquilo sozinho. Sozinho não somos nada. Eu sou igual para o pecado; preciso sempre estar frequentando ou ouvindo as coisas de Deus para lembrar que sou impotente perante os prazeres da vida e que sozinho eu não sou ninguém. Amém.
Nelson Jr.



--
Outras Reflexoes ver em: www.nelsonkjr.com.br

27 setembro, 2009

15 setembro, 2009

VARIAS MANEIRAS DE FAZER MISSÕES

Qual a sua posição em Missões?



  1.  Segurando a corda? Os mantenedores
  2. Ajudando a segurar a corda? Os intercessores.
  3. Dando orientações? Os pastores e apóstolos.
  4. Descendo pela corda? Os missionários.
  5. Na água? Jesus é a solução para você!


Você acha que não está representado no desenho.
Olhe bem!
Você pode estar embaixo d'água!

Quem não trabalha, dá trabalho!  
Fonte:  http://ibatistaesperanca.blogspot.com/

11 setembro, 2009

EVANGELISMO EM COLÉGIOS


POR EV. LUIZ ENRIQUE


PARTE 1 – APRESENTANDO A BÍBLIA – O LIVRO DOS LIVROS, A PALAVRA DE DEUS.
1-ONDE FALA NA BÍBLIA SOBRE A AIDS? (PREMIO PELO PECADO DE IDOLATRIA)
Rm 1.18-32.
2-A BÍBLIA NOS ENSINA COMO MEXER EM UM NINHO DE PASSARINHO?
SIM. Dt 22.6.
3-POR QUANTOS AUTORES A BÍBLIA FOI ESCRITA?
CERCA DE 40.
4-QUEM INSPIROU A BÍBLIA?
O ESPÍRITO SANTO.
5-CITE ALGUNS PERSONAGENS FAMOSOS DA BÍBLIA:
ABRAÃO, MOISÉS, DAVI, PEDRO, PAULO, JOÃO.
6-POR QUE A BÍBLIA FOI ESCRITA?
PARA SERVIR DE REVELAÇÃO DE DEUS AOS HOMENS.
7-QUAL O TEMA CENTRAL DA BÍBLIA?
JESUS CRISTO E NOSSA SALVAÇÃO.
PARTE 2 – APRESENTANDO DEUS - O NOSSO PAI, CHEIO DE AMOR E MISERICÓRDIA.
http://www.apazdosenhor.org.br/estudosbiblicos/
1-POR QUE DEUS É UM SER TRIUNO?
PORQUE É FORMADO POR TRÊS PESSOAS: PAI FILHO (JESUS CRISTO) E ESPÍRITO SANTO.
Mt 3.13-17; Mc 1.9-11; Lc 3.21-22.
2-QUEM PLANEJOU A SALVAÇÃO DO HOMEM?
DEUS PAI. Jo 3.16.
3-QUEM EXECUTOU A SALVAÇÃO DO HOMEM, NA CRUZ? ( VERBO = Jo 1.1; 1.10; 1.14)
O FILHO, JESUS CRISTO. Gl 3.13.
4-QUEM NOS REVELA A SALVAÇÃO?
O ESPÍRITO SANTO. Jo 16.8.
PARTE 3 – APRESENTANDO O HOMEM – CRIATURA DE DEUS, CRIADO PARA ADORAR.
http://www.apazdosenhor.org.br/estudosbiblicos/
1-DE QUANTAS PARTES É FORMADO O HOMEM?
1 Ts 5.23 - DE TRÊS PARTES. 1 Ts 5.23.
2-QUAIS SÃO AS PARTES QUE FORMAM O HOMEM?
ESPÍRITO, ALMA E CORPO. 1 Ts 5.23.
3-O QUE O ESPÍRITO DO HOMEM FAZ?
VÊ O INVISÍVEL. 1 Ts 5.23.
4-PELO QUE A ALMA É RESPONSÁVEL?
PELO INTELECTO, PELAS EMOÇÕES E PELO COMANDO. 1 Ts 5.23.
5-O QUE O CORPO É?
A NOSSA MORADA OU CASA . 1 Ts 5.23.
PARTE 4 - APRESENTANDO O PECADO – A SEPARAÇÃO DE DEUS – CASTIGO MERECIDO.
http://www.apazdosenhor.org.br/estudosbiblicos/
1-ATRAVÉS DE QUEM ENTROU O PECADO NO MUNDO?
DE ADÃO. Rm 5.12.
2-QUAL A CONSEQÜÊNCIA DO PECADO?
A MORTE. Rm 5.12.
3-QUANTOS HOMENS PECARAM?
TODOS. Rm 3.23; Rm 5.12.
4-QUAL E O SALÁRIO DO PECADO?
A MORTE. Rm 6.23.
PARTE 5 - APRESENTANDO A SOLUÇÃO PARA O PECADO – A UNIÃO COM DEUS.
http://www.apazdosenhor.org.br/estudosbiblicos/
1-QUAL E O DOM GRATUITO DE DEUS?
A VIDA ETERNA. Rm 6.23.
2-O QUE FAZER PARA SER SALVO?
CONFESSAR A JESUS CRISTO COMO SENHOR E SALVADOR, CRENDO QUE ELE MORREU POR NOS NA CRUZ E QUE DEUS O RESSUSCITOU DENTRE OS MORTOS. Rm 10.9; 1 Jo 5.11.
PARTE 6 - DIVERSOS ASSUNTOS PARA DISCUSSÃO EM CLASSE:
http://www.apazdosenhor.org.br/estudosbiblicos/
1- CITE SETE RAZÕES PARA O CASAMENTO:
RESPOSTA:
a) Só, o homem é incompleto; Gn 2.18
b) Cumprir o plano Divino; Gn 2.24
c) Gerar Filhos; Gn 1.28;
d) Evitar a prostituição; 1 Co 7.2
e) Para ser base da nação; Sl 144.12-16
f) Para Glorificar a DEUS; 1 Co 10.31
g) Expressar o amor de DEUS; Cl 8.7
2- JESUS VEIO TRAZER GUERRA OU PAZ À TERRA?
RESPOSTA: Guerra
3- O QUE ACONTECE A QUEM AMA MAIS O PAI OU À MÃE DO QUE A JESUS?
RESPOSTA: Não é digno de JESUS CRISTO.
4- QUEM SERÁ LANÇADO NO LAGO DE FOGO? Ap 20.14
RESPOSTA: O Diabo. Os Demônios e todo aquele cujo nome não estiver escrito no Livro da Vida.
5- QUEM GOVERNARÁ A TERRA DURANTE MIL ANOS? Ap 20.1-4
RESPOSTA: JESUS CRISTO.
6- QUEM É AQUELE QUE É O PRIMEIRO E O ÚLTIMO, O ALFA E O ÔMEGA, QUE ERA, QUE É E QUE HÁ DE VIR?
RESPOSTA: JESUS CRISTO.
7- O QUE ACONTECEU COM JUDAS ISCARIOTES (QUE TRAIU JESUS)? At 1.18
RESPOSTA: Suicidou-se.
8- O QUE ACONTECEU NO ‘DIA DE PENTECOSTES”? At 2.1-8
RESPOSTA: O derramamento do Espírito Santo.
9- O QUE FAZER PARA SER SALVO, SEGUNDO PEDRO? At 2.38
RESPOSTA: Arrepender-se e ser batizado.
10- O QUE ACONTECEU QUANDO ANANIAS E SAFIRA MENTIRAM? At 5.9
RESPOSTA: Morreram
11- QUAL ERA O NOME DO APÓSTOLO PAULO ANTES? At 13.9
RESPOSTA: Saulo
OBSERVAÇÕES SOBRE MOTIVOS QUE PESSOAS ARRUMAM PARA NÃO FAZER ESSA TÃO GRANDIOSA OBRA:
http://www.apazdosenhor.org.br/estudosbiblicos/
Nós não precisamos de autorização e nem do governo para darmos aulas em colégios. Na verdade as portas estão abertas e o que falta é disposição por parte da Igreja.
Ministro aulas de religião há muito tempo (desde de 1990)nos colégios.
Veja o plano:
1***Se for possível Procure antes de tudo conversar com o professor ou professora de religião do colégio, oferecendo ajuda e oferecendo novos testamentos para os alunos gratuitamente.
2***Se for preciso conversa-se com o diretor ou diretora pedindo um espaço para ministrarmos palestras sobre drogas, namoro, casamento, aids, etc...
3***É muito importante que seja comunicado à pessoa que nos atender que é gratuito o ensino e que não haverá qualquer menção denominacional durante as palestras.
4***Se o irmão for dar palestras sobre Aids, por exemplo usa-se Romanos Capítulo I e assim por diante vamos ensinando a palavra de DEUS e ganhando almas.
***Tenho feito assim e nunca recebi salário daqui da terra para isso e JESUS tem salvado de 70 a 80 almas por ano. Glória a DEUS! Experimentem! É para ensinar que JESUS nos chamou, não é?
CONSELHO:
Não use alunos do colégio nas palestras e nem para ensinarem ou pregarem, pois os os outros alunos consideram a tais como iguais e não dão ouvidos ou se dão fingem não dar atenção e criticam mais do que ouvem. Também a maioria dos alunos crentes dão péssimo testemunho dentro dos colégios, usando roupas não convenientes, colando nas provas e conversando coisas que ofendem a DEUS e atrapalham a conversão dos demais alunos.



10 setembro, 2009

III ENCONTRO DE DEFICIENTES VISUAIS EM BARUERI



III Encontro de Deficientes Visuais em Barueri

No dia 19 de setembro, o Museu da Bíblia, em Barueri (SP), sediará o III Encontro de Pessoas com Deficiência Visual. Voltado também a instituições que trabalham com esse público, o evento terá uma programação especial como parte das comemorações do bicentenário de nascimento de Louis Braille (1809-2009), o inventor do método de leitura e escrita para cegos.

Na ocasião, haverá a palestra "O Braile nos dias de Hoje: sua história e seu futuro", e também a narração da história "A vida de Louis Braille". Além disso, será lançada no museu a exposição "A Bíblia na ponta dos dedos: 200 anos de Louis Braille".

Para participar do evento, confirme a presença até o dia 11 de setembro, pelos telefones: (11) 3245-8985 e 3474-5733.

Serviço

Evento: III Encontro de Deficientes Visuais

Data: 19 de setembro de 2009

Horário: 8h30

Local: Museu da Bíblia

Endereço: Av. Pastor Sebastião Davino dos Reis, 672, Vila Porto – Barueri (SP)

Entrada: gratuita

Programação

:: Café da Manhã

:: Palestra "O Braile nos dias de Hoje: sua história e seu futuro"

:: Narração da história "A vida de Louis Braille"

:: Lançamento da exposição "A Bíblia na ponta dos dedos: 200 anos de Louis Braille"

09 setembro, 2009

O CAMINHO PARA O CÉU


Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor. Atos 3.19

CAMINHO PARA O CÉU

DEUS DIZ QUE VOCÊ NÃO CONSEGUE CHEGAR SOZINHO

“Pois todos pecaram e destituídos ficaram da glória de Deus” Romanos 3.23;

DEUS DIZ QUE VOCÊ NÃO PODE CONSTRUIR SEU CAMINHO

“Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós é dom de Deus; não das obras para que ninguém se glorie” Efésios 2.8-9;

DEUS DIZ QUE O CAMINHO TERMINA EM MORTE

Há caminhos que parece direito ao homem, mas afinal são caminho de morte Provérbios 16.25;

DEUS DIZ QUE SÓ EXISTE UM CAMINHO

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim. João 14.6;


DEUS DIZ QUE VOCÊ PRECISA ENTREGAR A DIREÇÃO DE SUA VIDA A JESUS

Mas a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que creram no seu nome. João 1.12

Em que caminho você está? No caminho largo que leva à perdição ou no caminho estreito que leva à vida eterna?